Menu

quarta-feira, 13 de julho de 2016

SERVIÇO DE SEGURANÇA DO HOSPITAL PEDIÁTRICO “SÃO JOSÉ EM BÔR”

Actualmente a segurança constitui uma preocupação para o mundo inteiro, tanto para as instituições públicas como também para as instituições privadas. Tudo isso, para que se possa garantir a segurança e a integridade da população, dos trabalhadores e bens de uma determinada instituição.
Com base no relatório de auscultação que teve lugar em 2014, realizado pelo Director Geral Alberto Luís Quematcha, do qual os trabalhadores lamentaram a questão da insegurança dentro do Hospital. Pois, houve desaparecimento dos bens do Hospital, materiais dos internados etc. Uma das possíveis soluções apresentado durante a auscultação é de aumentar o número de segurança como forma de dar uma resposta favorável.
Por este motivo, foi elaborado o Projecto Paciente em Segurança do qual prevê o recrutamento, formação, aquisição de fardas e a construção da casa de segurança, o projecto foi aprovado e financiado pelo Projecto Anna.



Como forma de atingir os objectivos do projecto foi feito o anúncio da vaga e a recolha das candidaturas. Em todo foi recolhido 19 candidaturas, entre os quais 8 rapazes e 11 raparigas. Após esta fase fez-se a selecção documenta onde foi seleccionado 15 candidatos e 04 ficaram pelo caminho.
Os candidatos seleccionados participaram na sessão de formação juntamente com seguranças antigos, a formação reside essencialmente em matéria de segurança privada.
A formação tinha como objectivo dotar os formandos de competências em matéria da protecção de bens móveis como imóveis; protecção de pessoas nas instalações; prevenção de crime e habilitação legal para o exercício da função de vigilância nos termos da lei. Teve como formador Dr. Malam Sisse.
Depois desta fase os participantes tiveram a sessão da formação prática que os ajudou a por em prática os conhecimentos adquiridos durante a formação teórica. 



Actualmente o corpo de segurança do Hospital está constituído de 12 pessoas divididos em três turnos, manhã, tarde e a noite, quatro pessoas por cada turno respectivamente.


O Corpo de segurança conta com uma casa de segurança onde se faz o registo de pessoas que pretendem beneficiar dos nossos serviços e encaminhando-os para os respectivos serviços.



Actualmente no Hospital de Bôr não se fala de desaparecimento de bens ou materiais do Hospital nem dos utentes, foi radicado a prática de roubo e da entrada descontrolada das pessoas, pois a casa de segurança permiti mais controle na entrada e saída das pessoas. Existe uma entrada exclusiva para os carros e faz-se o registo da entrada de todas as viaturas estranhas, e também faz-se o registo de todas as pessoas que pretendem ter acesso ao interior do Hospital seja qual for o motivo, mediante apresentação de uma peça de identificação.


O Corpo de segurança do Hospital é uma equipa preparada para prestar informação, orientar e facilitar o acesso dos utentes aos diferentes serviços do Hospital, controlar a entrada e saída das pessoas, das viaturas, gerir o parque do Hospital, controlar o comportamentos das pessoas no interior do Hospital, não permitir a circulação das pessoas nos lugares restrito etc. são entre outros trabalhos do corpo de segurança do Hospital.

Sem comentários:

Publicar um comentário